DE-50.1

Depoimento de Oscar Niemeyer

[1984]
Download

Informações Gerais

Código
DE-50.1
Título
Depoimento de Oscar Niemeyer
Resumo
Convivência com Portinari começa no tempo da construção do Ministério da Educação e Saúde; o relacionamento incluía Gustavo Capanema, Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade; primeira impressão de Portinari; a colaboração com Portinari tem três momentos privilegiados que são o Ministério, a Pampulha e o Colégio de Cataguases; o entendimento também no plano político com a entrada de ambos para o Partido Comunista Brasileiro/PCB; a associação entre arquitetura e artes plásticas; as relações entre arte e poder; o papel de Capanema; a colaboração de artistas é importante para a carreira dos políticos; o exemplo do Sambódromo no governo Brizola; a adesão de Niemeyer ao comunismo; a confiança em Luís Carlos Prestes; Capanema deu liberdade de criação à sua equipe; a criação do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional/ SPHAN; Portinari como o maior muralista do Brasil; o empenho em convocar sempre Portinari para trabalhar; o painel "Primeira Missa"; por questões pouco explicadas Portinari não realiza nenhum trabalho em Brasília; a tentativa de levar o painel "Tirandentes" para Brasília; a Universidade de Brasília/UB; a Universidade do Povo; a preferência de Niemeyer pelo painel "Tiradentes"; a base sólida de desenho em Portinari.
Idioma

Função / Papel

Responsável
Depoente

Dados Físicos do Documento

Natureza do documento
OriginalNatureza do documento
Condição
BoaEstado de Conservação
Notas
Entrevista realizada em 24 de agôsto de 1984.
Observações
Matriz: 1 fita rolo Cópia: 1 CD Depoimento transcrito

Descritores (citados/retratados)

Pessoa 18
Documento
Obras 4

Informações do Depoimento

Qtd. Entrevistas
1
Qtd. Matrizes
1
Numero de cópias
1
Duração
30min
Folhas transcritas
1
Acesso restrito
Transcrito

Similares

 
APOIO
PATROCÍNIO
REALIZAÇÂO