DE-8.1

Depoimento de Lúcio Costa

[1982]
Download

Informações Gerais

Código
DE-8.1
Título
Depoimento de Lúcio Costa
Descrição
Primeira impressão de Portinari; lembranças da Escola Nacional de Belas Artes/ENBA; Ismael Nery; início da relação com Portinari; a exposição no Palace Hotel; Portinari "modiglianesco"; nomeação de Lúcio Costa para a direção da ENBA; promoção das artes no começo do governo Getúlio; Manuel Bandeira; fracasso comercial da exposição de Portinari; aquisição de "Retrato de Maria"; retrato permanece com Portinari; o Salão de 31; contato com artistas paulistas; convite a Warchavchik para professor da ENBA; grupo paulista adere ao Salão da ENBA; a organização do Salão da ENBA; Celso Antônio; renovação das estruturas da ENBA; a influência de Viena na organização do Salão; a comissão organizadora; período difícil para Portinari; construções de "casinhas" em Copacabana; "Retrato de Maria Gallo"; "Retrato de Odete Monteiro"; Lúcio Costa não deixa retratar seus próprios familiares; o adiamento da inauguração do Salão; critério de seleção dos trabalhos para o Salão da ENBA; eliminação do prêmio de viagem; Pavilhão do Brasil na Feira de Nova York (1939); as esculturas de Celso Antônio; os painéis de Portinari; a construção do edifício do Ministério da Educação e Cultura/MEC; o empenho de Capanema nessa construção; consultas a Mário de Andrade; estudos para murais de azulejos; escolha de temas; os painéis "Coro" e "Escola de Canto"; a importância da incorporação da azulejaria na moderna arquitetura brasileira; a contribuição de Le Corbusier; Portinari desenha motivos para azulejos; Rossi executa o trabalho; Portinari como artista oficial; artistas do Salão da ENBA; auto-crítica ao trabalho desenvolvido na direção da ENBA; início e término da Universidade do Distrito Federal/UDF; o ensaio "Razões da Nova Arquitetura"; Carlos Leão; a falta de vocação de Lúcio Costa para o magistério; aulas de Portinari; o projeto de um museu para Batatais; a amizade com Portinari; as impressões de Lúcio Costa sobre a morte de Portinari; casa de Carmem Saavedra; Baptista da Costa; o mural "Divina Pastora" dos Saavedras; integração entre o arquiteto e o muralista; a admiração por Portinari; o painel "Primeira Missa" do Banco Boavista; a imagem de Prestes no painel "Tiradentes"; a lentidão do processo de modernização da ENBA; primeiro contato com a arquitetura brasileira autêntica em 1922.
Idioma

Função / Papel

Responsável
Maria Christina Guido entrev.Pessoa
Oswaldo Barbosa téc. somPessoa
Depoente

Dados Físicos do Documento

Natureza do documento
OriginalNatureza do documento
Condição
BoaEstado de Conservação
Notas
Entrevista realizada em 22 de dezembro de 1982.
Observações
Matriz: 1 fita rolo Cópia: 1 CD Depoimento transcrito

Descritores (citados/retratados)

Pessoa 51
Organização 12
Evento 2
Obras 18

Informações do Depoimento

Qtd. Entrevistas
1
Qtd. Matrizes
1
Numero de cópias
2
Duração
1h 05min
Folhas transcritas
1
Acesso restrito
Transcrito

Similares

 
APOIO
PATROCÍNIO
REALIZAÇÂO